OK
MENU
Página Principal Videopar Agronegócios
  • Cadastre-se
  •  para receber
  • novidades e promoções.
  • Siga-nos
Página Inicial | Promoções | DVD| Kit Top Vaquejada
  • 3 avaliações
  • De: R$476,00
  • Por: R$285,00
  • ou em 6x de 47,50
  • ou à vista no Boleto por R$270,75 (5% de desconto)
    • Kit: Kit Cavalos
  • Kit Top Vaquejada
Compartilhe
KIT TOP VAQUEJADA

APRENDA TUDO SOBRE A VAQUEJADA EM 4 DVDS COMPLETOS  


DVD 1 - Doma para Cavalos de Vaquejada
DVD 2 - Treinamento Básico de Rédeas
DVD 3 - Sistemas de Treinamento
DVD 4 - Correção de Cavalos

Com Treinador Steve Bezerra



  • Artigos sobre o produto





Presentes no 7º Congresso e Derby ABQM de Vaquejada, no Parque Rufina Borba, em Bezerros (PE), as equipes de reportagens oficiais e assessoria de imprensa da ABQM (Revista e TV Quarto de Milha; e Texto Assessoria) entrevistaram o juiz do Bem-Estar Animal, Leonardo Feitosa, que fez um balanço sobre sua atuação no evento. LEIA MAIS ...
--



[FECHAR]

Protetor de Cauda para uso na Vaquejada

Presentes no 7º Congresso e Derby ABQM de Vaquejada, no Parque Rufina Borba, em Bezerros (PE), as equipes de reportagens oficiais e assessoria de imprensa da ABQM (Revista e TV Quarto de Milha; e Texto Assessoria) entrevistaram o juiz do Bem-Estar Animal, Leonardo Feitosa, que fez um balanço sobre sua atuação no evento. Acompanhe:
“Eu fiz minha estreia na Vaquejada, como juiz do Bem-Estar Animal durante o Potro do Futuro, no final de novembro, em Campina Grande (PB). E o objetivo principal de eu ter representando a ABQM com essa finalidade foi o de circular por todo o parque, orientando e auxiliando os participantes e todos os profissionais envolvidos, além de avaliar os pontos onde poderiam ser melhorados”. Segundo ele, nos quatro dias em que esteve lá pôde apurar o máximo de situações e fez um relatório extenso à Diretoria para propor possíveis melhorias para futuros eventos desta modalidade esportiva. Agora ele retornou em cena neste Congresso & Derby, e pôde colocar em prática um pouco mais do que aprendeu sobre as características que envolvem a modalidade. 

Teste do Protetor de cauda do boi:

Alguns testes já foram feitos e os vaqueiros aprovaram. Nesta quarta-feira havera o primeiro evento oficial no Parque Rufina Borba, uma tropa para os vaqueiros com a boiada usando esse novo protetor.


Lembrando que a cauda artificial, ou como alguns chamam de protetor de cauda, é mais uma alternativa que os fornecedores de gado poderão ter já é notória a perda de muitas caudas de bois durante os eventos, e dessa forma, esses bois que também são artistas das vaquejadas terão essa proteção ou uma prótese.

O juiz do Bem-Estar Animal acompanhou todo o processo de instalação do Protetor de Cauda nos bois utilizados para a Vaquejada, até a sua utilização em caráter experimental deste inédito equipamento, nas derrubadas realizadas por cinco competidores. “Fiquei feliz em acompanhar passo a passo esse trabalho criado pelo Moacir Campos e seu irmão Maurício Campos, que é engenheiro técnico, e o experimento foi plenamente coroado de êxito na pista”, concluiu Feitosa.

A função do protetor de cauda é diminuir a pressão sobre o rabo do boi na hora da puxada evitando torar o rabo.
Alguns testes já foram feitos e os vaqueiros aprovaram. Nesta quarta-feira havera o primeiro evento oficial no Parque Rufina Borba, uma tropa para os vaqueiros com a boiada usando esse novo protetor.

Os competidores foram unânimes ao destacarem a importância do Protetor de Cauda para o esporte. Na opinião do vaqueiro Carlos Rodrigues (Carlão) , “o Protetor veio para solucionar o problema do comprometimento dos cabos e assim garantir nosso emprego na vaquejada, esse esporte que não pode se acabar nunca. Em relação ao Protetor acho que chegou no ponto, nós é que temos de treinar mais e só aí partir para uma vaquejada oficial,” declarou.Acompanhe:
“Eu fiz minha estreia na Vaquejada, como juiz do Bem-Estar Animal durante o Potro do Futuro, no final de novembro, em Campina Grande (PB). E o objetivo principal de eu ter representando a ABQM com essa finalidade foi o de circular por todo o parque, orientando e auxiliando os participantes e todos os profissionais envolvidos, além de avaliar os pontos onde poderiam ser melhorados”. Segundo ele, nos quatro dias em que esteve lá pôde apurar o máximo de situações e fez um relatório extenso à Diretoria para propor possíveis melhorias para futuros eventos desta modalidade esportiva. Agora ele retornou em cena neste Congresso & Derby, e pôde colocar em prática um pouco mais do que aprendeu sobre as características que envolvem a modalidade. 

Teste do Protetor de cauda do boi:

Alguns testes já foram feitos e os vaqueiros aprovaram. Nesta quarta-feira havera o primeiro evento oficial no Parque Rufina Borba, uma tropa para os vaqueiros com a boiada usando esse novo protetor.


Lembrando que a cauda artificial, ou como alguns chamam de protetor de cauda, é mais uma alternativa que os fornecedores de gado poderão ter já é notória a perda de muitas caudas de bois durante os eventos, e dessa forma, esses bois que também são artistas das vaquejadas terão essa proteção ou uma prótese.

O juiz do Bem-Estar Animal acompanhou todo o processo de instalação do Protetor de Cauda nos bois utilizados para a Vaquejada, até a sua utilização em caráter experimental deste inédito equipamento, nas derrubadas realizadas por cinco competidores. “Fiquei feliz em acompanhar passo a passo esse trabalho criado pelo Moacir Campos e seu irmão Maurício Campos, que é engenheiro técnico, e o experimento foi plenamente coroado de êxito na pista”, concluiu Feitosa.

A função do protetor de cauda é diminuir a pressão sobre o rabo do boi na hora da puxada evitando torar o rabo.
Alguns testes já foram feitos e os vaqueiros aprovaram. Nesta quarta-feira havera o primeiro evento oficial no Parque Rufina Borba, uma tropa para os vaqueiros com a boiada usando esse novo protetor.

Os competidores foram unânimes ao destacarem a importância do Protetor de Cauda para o esporte. Na opinião do vaqueiro Carlos Rodrigues (Carlão) , “o Protetor veio para solucionar o problema do comprometimento dos cabos e assim garantir nosso emprego na vaquejada, esse esporte que não pode se acabar nunca. Em relação ao Protetor acho que chegou no ponto, nós é que temos de treinar mais e só aí partir para uma vaquejada oficial,” declarou.

Autor: inertnet

[FECHAR]

Compre Junto

  • Para avaliar produtos você precisa estar logado!
  • Fazer Login

  • Veja Mais
  • Formas de Pagamento
  • Atendimento
  • (41) 3223-7944 (vendas)
  • (41) 8851-0718 (Whatsapp)
  • (41) 3324-1941 (dúvidas)
  • Segurança
  • Social
  • Videopar Ltda • CNPJ: 01.373.798.0001/80 • Rua Domingos Nascimento, 240 - Bom Retiro - Curitiba - Pr • CEP 80520.200