OK
MENU
Página Principal Videopar Agronegócios
  • Cadastre-se
  •  para receber
  • novidades e promoções.
  • Siga-nos
Ordenar Por:

Gado de Leite - Boas raças, alimentação balanceada e manejo correto enchem o balde de leite e garantem o futuro dos reprodutores. Raças Holandesa - É a raça européia mais difundida para a produção de leite. Num período de lactação que varia de 260 a 300 dias, uma vaca dessa raça pode produzir em média de 4 000 a 6000 litros, com taxa de gordura de 4%. Embora sejam animais bastante exigentes quanto à alimentação e manejo, as holandesas formam hoje o maior rebanho de gado europeu do país, com cerca de 510 000 cabeças registradas. A maior concentração se dá nas regiões Sudeste e Sul - 90% do rebanho estão nos estados de São Paulo (35%), Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul -, apesar de ser encontrada em todo o território nacional. Também é bastante utilizada em cruzamentos para aumentar o potenc'ial genético de outras raças, gerando bons garrotes mestiços para engorda. A raça se divide em dois tipos de animais, diferenciados por sua pelagem: a malhada de preto e branco e a malhada de branco e vermelho. São animais grandes: as fêmeas têm em média 1,42 metro de altura e 600 quilos de peso, e os machos medem 1,52 metro e pesam 900 quilos, em média. Têm tronco bem desenvolvido, ventre e úbere grandes, e membros de cornprimenm médio, vigorosos. Os animais de pelagem branca e preta são muito resistentes e suportam climas quentes e secos, sendo criados em todo o mundo. Já o gado de pelagem vermelha e branca é criado em poucos países, por ser menos produtivo, embora mais resistente. Jersey - Originária da ilha de Jersey, no Canal da Mancha, entre a França e a Inglaterra, é conhecida pela docílidade dos seus animais e pelo alto teor de gordura do leite. As vacas produzem em média 3 000 litros de leite por lactação, com 4,5% de gordura (pelo alto grau de elementos graxos, o leite do jersey é o preferido pelos laticínios). No Brasil, o gado jersey predomina nas regiões Sul e Sudeste, principalmente nos estados de São Paulo Minas Gerais. Rio de Janei-ro, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul (30% do rebanho), com um total estimado de 70000 animais registrados. Apesar de ser um gado leiteiro europeu, o jersey se adapta com facilidade às diferentes condições climáticas do país. Ajusta-se ao manejo intensivo ou ao de granja e possui grande longevidade - é comum encontrar vacas com 17 anos de idade que ainda produzem. São animais de pequeno porte, com as fêmeas atingindo 1,26 metro de altura e 320 quilos de peso e os machos, 1,36 metro e 450 quilos de peso, em média. Caracteriza-se por sua pelagem parda, cinzenta ou amarelada. Os machos podem apresentar pelagem quase preta. Têm perfil côncavo, corpo delicado e anguloso e os machos são mais nervosos e inquietos que as fêmeas. Gir - Raça zebuína de grande importância na pecuária de corte, o gir também é criado para a produção de leite, especialmente nas regiões de clima mais quente, onde se adapta melhor. Por sua mansidão e porte médio, é uma Taça recomendada para pequenas propriedades em regime semi-intensivo. Produz em média 2 500 litros por lactação, com 4,2% de gordura. Excepcionalmente, algumas reprodutoras têm alcançado 4000 litros em uma lactação. Distribuído principalmente pelos estados de Minas Gerais. São Paulo e Goiás, o rebanho gir soma hoie no Brasil cerca de 760 000 cabeças. raça caracteriza-se por diversos tipos de pelagem: vermelha, chita de vermelha e amarela, tonalidades de amarelo, rosilho-claro (moura de vermelho), moura-clara (orelhas e cabeça parcial ou totalmente pretas) e moura-escura. Distingue-se das outras raças zebuínas pela forma de cabeça, de fronte larga, lisa e proeminente; as orelhas são de comprimento médio, pendentes e bem típicas; e apresenta cupim em forma de rim ou de castanha de caju. GiroIanda - É uma raça formada no Brasil por meio de cruzamentos entre animais das raças holandesa e gir (5/8 holandês e 3/8 gír), ganhando com isso alta produtividade e rusticidade. Aceita bem qualquer tipo de pasto e resiste ao clima quente, mantendo produção média de 3 000 litros por lactação, com 3,5% de gordura. Está concentrada nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Os animais girolandos têm estatura média e temperamento dócil, com pelagens preta, castanha ou vermelha uniforme, com manchas brancas em forma de estrela, gargantilha, bragada e pintas.

  • Formas de Pagamento
  • Atendimento
  • (41) 3223-7944 (vendas)
  • (41) 8851-0718 (Whatsapp)
  • (41) 3324-1941 (dúvidas)
  • Segurança
  • Social
  • Videopar Ltda • CNPJ: 01.373.798.0001/80 • Rua Domingos Nascimento, 240 - Bom Retiro - Curitiba - Pr • CEP 80520.200